Tópicos » Desnutrição Relacionada a Doença » Artigos » Identificação de Risco Nutricional

Identificação de Risco Nutricional

O Primeiro Passo no Combate à Desnutrição Relacionada a Doença

A identificação adequada é o primeiro passo no processo mais complexo de avaliação nutricional. Enquanto a desnutrição grave é mais facilmente identificada, os casos menos graves tendem a se tornar claros apenas nos estágios mais avançados de tratamento.1

Um estudo revelou que apenas 50% dos pacientes desnutridos são tipicamente identificados pela prática clínica comum no contexto de saúde europeu.2 Para evitar a redução desnecessária de nutrientes, todos os pacientes devem ser avaliados para um potencial risco nutricional conforme definição da Sociedade Americana de Nutrição Parenteral e Enteral (A.S.P.E.N., na sigla em inglês)3 e da Sociedade Europeia de Nutrição Clínica e Metabolismo (ESPEN, na sigla em inglês).4

Os papéis e as responsabilidades dos profissionais de saúde que fazem a avaliação podem variar dependendo do país e se é um hospital público ou privado, bem como os recursos disponíveis. A informação contida neste artigo deve servir como um guia geral.

Identificação de Risco Nutricional para uma Gestão Eficiente

Para combater a desnutrição e suas consequências, a pronta identificação do estado nutricional comprometido e o início imediato do tratamento eficiente são cruciais para pacientes em grupos de risco nutricional.5

Os ensaios clínicos demonstraram de maneira convincente que a nutrição clínica adequada melhora os resultados.5678910111213141516

Para ler mais sobre os benefícios da avaliação de risco nutricional, clique aqui.

Um Bom Tratamento Nutricional Começa com a Avaliação do Paciente

Diversos métodos de avaliação foram desenvolvidos para detectar pacientes desnutridos ou em risco de desnutrição.

A validação adequada de um método de avaliação é crucial.17 Eles conseguem prever se a desnutrição é provável ou se pode piorar.